Enchendo as Redes (I)


Simão Pedro subiu e puxou a rede para terra, cheia de cento e cinqüenta e três grandes peixes e, sendo tantos, não se rompeu a rede”. (João 21:11)


Outro dia participei de uma tarefa um pouco atípica da minha rotina, juntamente com alguns irmãos, passamos uma rede de um lado a outro em um dos lagos na Chácara Betesda, foi muito engraçado, pé atolando, resvalando, peixe passando por cima e por baixo da rede, uma festa. Nesta atividade a minha expectativa inicial era que iríamos pegar muitos peixes, mas na verdade conseguimos pegar na rede algumas carpas.
Esta experiência foi um pouco diferente do que os discípulos tiveram, eles haviam visto Jesus ressuscitado, estavam juntos e Pedro resolve: “Vou pescar” e os outros decidem acompanhá-lo: “Vamos nós também!”. O fato é que estava amanhecendo e eles não haviam pego nada, quando o Senhor pergunta a eles: “Filhos, vocês tem o que comer?” e eles respondem: “Não”, então Jesus diz: “Lançai a rede para o lado direito do barco, e achareis”, e eles assim o fizeram e a rede se encheu de tal maneira que não conseguiam tirá-la, mas quando a tiram ela não se rompe.
Acredito que muitos pescadores gostariam de ter esta experiência, é muito bom ter êxito em uma pescaria, mas a que poderíamos comparar uma pescaria bem sucedida? O que seria encher as redes? Percebemos que o sucesso iniciou na atitude de Pedro em ir pescar, a sua postura influencia os outros a também irem pescar, gosto de pensar que atitudes mudam a realidade, decidimos fazer algo e coisas acontecem. Você tem sido uma pessoa decidida?
Quero desafiar você a encher sua rede com atitudes: Vou orar! Vou ser atencioso com meus filhos! Vou interceder pela minha família! Vou honrar meus pais! Vou ser mais participante na comunidade! Vou amar mais! Vou fazer a diferença! Vou entregar minha vida a Jesus!

Rev. Valdomiro Cardoso Filho

pastornanet.blogspot.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sardes - Igreja Morta

A Páscoa que Precisamos

Colunas na Cidade Santa