Igreja de Esmirna - Atribulados, porém Ricos

“Seja fiel até a morte, e eu lhe darei a coroa da vida [...] (Apocalipse 2.10b)

As palavras de aprovação da parte de Jesus foram: “Conheço a tua tribulação” (v. 9a). A palavra “tribulação” é traduzida do grego equivalente a “comprimir, pressionar para baixo”, como quando uma enorme pedra esmaga o que está embaixo dela. Os cristãos de Esmirna estavam sob intensa e constante pressão. A vida estava sendo sugada deles. Jesus estava dizendo, com efeito: “Eu entendo a pressão sob a qual vocês estão. Alguns de vocês foram isolados pelos familiares. Alguns perderam o emprego e seus filhos estão passando fome. Muitos de vocês serão lançados na prisão, e alguns serão mortos. Eu sei que isto é difícil!”
Jesus também sabe quando você e eu sofremos tribulação, quando sentimos que estamos prestes a ceder a pressão. Ele sabe, e Ele entende (Hebreus 4.15).
Os homens podem estar contra vocês, mas Deus é por vocês!” “Se Deus é por nós, quem será contra nós?” (Romanos 8:31b).
Jesus queria fazê-los lembrar que eles possuíam riquezas espirituais: foram salvos do passado de pecado (Romanos 3.25) e tinham o Espírito de Deus como um presente (Atos 2.38). Jesus era o Mediador deles (1 Timóteo 2.5), e Deus era o Pai (Romanos 1.7). Eles estavam dentro da família de Deus (Efésios 2.19) e podiam aproximar-se dEle a qualquer hora (Tiago 5.13). Podiam ter paz de mente (Filipenses 4.7), juntamente com a felicidade duradoura (1 Pedro 3.14; 4.14). A esperança do céu estava em seus corações (Colossenses 1.5).

Os cristãos de Esmirna tinham uma prosperidade que não lhes seria tirada!

Rev. Valdomiro

pastornanet.blogspot.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enchendo as Redes (I)

Sardes - Igreja Morta

Deus no Controle